Ano de 2016...

Por: Marcos "Marcuccio" Caiafa em 23 dez 2016
Ainda bem que esse ano tá acabando, né Marcão?

"Ainda bem que esse ano tá acabando, né Marcão?"

Ouvi essa frase-desabafo há uns dias atrás, de um amigo.
Concordo que não foi um ano digamos, 'fácil'... Os telejornais que o digam. Os preços nos mercados que o digam. Meus (inúmeros) amigos desempregados que o digam.
Uma descrença quase que unânime na política - e nos políticos, principalmente.

Gosto de observar as pessoas nas ruas. E nesses dias de dezembro, onde sob um calor subtropical - a gente vê 'pinheiros nevados' de plástico chinês e senhores (alguns, nem tanto) vestidos com uma roupa escandinava vermelha e barba sintética - deveria haver um certo vai-e-vem de gente com sacolas, lojas cheias, vagas de estacionamento em shoppings disputadas à unha. Não neste ano. Lembrancinhas dão lugar a presentes. O peru fica (quem sabe) pro ano que vem. Bacalhau? Só se for do mais barato. Champagne? Você não gosta de cidra? (Eu gosto. Tem a cara de fim de ano).
Mas ao invés de nos queixarmos por questões materiais, vamos agradecer por nossa saúde, nossas famílias, nossos amores. Só quando uma tragédia se evidencia é que nós paramos para ver o quanto nossos problemas são pequenos. E que o nosso stress, torna-se nada.

E o nosso Juve nesse 2016? É, não subimos. Copa Paulista? Vamos deixar pra lá...

Fui questionado por alguns amigos em 2015 e em 2016 também:
"Ué? Você não torcia pra outro time?" Torcia.
"O tal outro time tinha uma arena bem modernona, né?" Tinha.
"Foi campeão naquele ano?" Foi sim. Meio na mão grande, mas foi.
Mesmo sem ganharmos nada, mesmo com todos aqueles velhos problemas que o nosso amado clube grená tem, nunca o futebol me fez sentir tão feliz e pleno na minha vida.
Pelas amizades que fiz, ao longo desse ano. Não quero citar nomes, pois não viria ao caso. Mas vocês, meus amigos juventinos, foram a melhor coisa que pode acontecer em minha vida nesse ano.
Escrever pelo Juve e para o Juve foi outro grande privilégio. Aqui no juve.com.br, no facebook pela página Casa Nostra e no canelada.com.br.

O que eu espero para 2017?

Que o nosso Juventus suba para a A1, faça uma bela campanha na Copa Paulista e se organize. Não necessariamente nessa ordem - e alcançando qualquer um destes objetivos já está bom. Sobreviver nesta "selva" em que o futebol se converteu, está cada vez mais difícil, mais caro. Times tradicionais estão em sérias dificuldades e/ou perdendo lugar na chamada 'elite'.
Eu quero é ver a nossa casa cheia, com a torcida berrando a cada tiro de meta do goleiro adversário, com crianças, moças, pais, mães, avôs e avós, todos em grená, com esse "J" lindo a reverberar os corações batendo sob as camisas.
É isso o que eu quero.

E que venha 2017.

Boas festas, nação juventina!!!

Foto Autor
Marcos "Marcuccio" Caiafa
Paulistano, juventino, exilado em Curitiba. Escreve para o site Canelada.com.br e a página Casa Nostra, no Facebook

Atenção: Este texto representa a ideia do autor e não necessariamente a opinião do juve.com.br ou da torcida juventina. Utilize o espaço de comentários abaixo para debater de forma saudável os assuntos com o autor e com os outros leitores. Comentários que o juve.com.br identificar como inadequados serão removidos sem aviso prévio.

Compartilhe este artigo com seus amigos:

Comentários